Artigo: Os desafios inadiáveis dos Conselhos Brasileiros

Em março deste ano, o também Conselheiro de Administração certificado pelo IBGC Marcelo Gasparino da Silva e eu realizamos uma série de workshop em Santa Catarina discutindo com públicos locais altamente qualificados o tema O papel dos Conselheiros independentes no direcionamento estratégico GCR, ASG E ESG.

Sintetizando os conteúdos apresentados e ao mesmo tempo respondendo perguntas feitas on line e presencial , escrevemos este artigo que traduz nossa visão sobre o tema. A edição 240 da Revista RI- Relações com Investidores de abril deste ano veiculou na íntegra o nosso racional.

Garantir a implementação do direcional GCR:Governança, Compliance e Risco,é o nosso dever de casa mínimo atualmente quando pensamos nas empresas pequenas e médias. Direcionar em um segundo estágio as empresas médias e grandes testando a transversalidade da Governança Corporativa e seus stakeholders no data driven ASG: Ambiental, Social e Governança , e por fim, focar no longo prazo o ESG : Environmental, Social e Governance .

Entendemos que direcionar estrategicamente uma empresa é a essencia de Um Conselho de Administração e é nossa obrigação primeira como conselheiros garantir e reforçar o senso de direção das organizações em que atuamos.

Agradecemos ao Publisher e Diretor Editorial Ronnie Nogueira a publicação deste artigo, que disponibilizamos a seguir:

RI-240-GOVERNANÇA-Desafios-inadiáveis-dos-Conselhos-brasileiros-por-Adriana-Sole-e-Marcelo-Gasparino-da-Silva

Clique aqui, entre em nosso fórum, deixe suas dúvidas e participe das discussões!