Pessoas: o oitavo “P” da Governança Corporativa

esquema gráfico da metodologia 8Ps da governança corporativa com destaque em pessoas

Pessoas

São com as pessoas que militam no interior das empresas os mais delicados e complexos embates para se estruturarem ambientes profícuos de governança corporativa. É a partir de relações interpessoais íntegras, movidas por regras morais e harmoniosas, que se mitigam riscos das mais variadas origens.

  • Fator-chave da boa governança: presente em todos os “Ps”.
  • Postura ética, requisito fundamental na condução de:
    – Questões societárias.
    – Negócios.
    – Operações internas, gestão.
  • Harmonização de interesses:
    – Coesão.
    – Convergências, alinhamentos.
  • Base dos legados, das condutas e das competências que conduzem à perenidade.

Boas práticas:

  • Alinhamento aos valores corporativos.
  • Gestão estratégica de RH.
  • Clima organizacional com altos índices de favorabilidade.
  • Meritocracia e PPR justo e bem gerido.

Situações críticas:

  • Deficiências crônicas e crescentes na área de RH.
  • Desconsideração pelas condições vigentes e pelas tendências do clima organizacional.
  • Ausências de legados: organização “despersonalizada”.

Veja também: Governança corporativa: a metodologia dos “8Ps”

Compartilhe:

Clique aqui, entre em nosso fórum, deixe suas dúvidas e participe das discussões!