Modelo latino-americano de governança corporativa

Veja no quadro abaixo, a síntese do modelo latino-americano de governança corporativa.

Comparação entre América Latina e Ásia Emergente (março de 2009)

Modelo latino-americano: análise geral

  • Progresso perceptível desde 2000, com muito ainda por fazer.
  • Poucas empresas têm Conselho de Administração atuando de fato e de direito.
  • As práticas de proteção a minoritários estão localizadas em alguns países, mas longe de atenderem às reais expectativas dos investidores.
  • Crescimento do ativismo de investidores institucionais.
  • Crescente evangelização do mercado.
  • Sucesso Novo Mercado brasileiro – benchmarking regional.
  • Códigos de boas práticas sugeridos e apadrinhados pelos órgãos reguladores.

Leia também: Visão de cinco modelos de governança corporativa pelo mundo

Compartilhe:

Clique aqui, entre em nosso fórum, deixe suas dúvidas e participe das discussões!